Dólar dispara e encosta em R$ 5,52 - Monte Bravo

Dólar dispara e encosta em R$ 5,52

28/06/2024 às 16:06

28

Sexta

Jun

3 minutos de leitura
Compartilhar

Dólar dispara e encosta em R$ 5,52; Ibovespa recupera os 122 mil pontos com Vale

O dólar teve um dia de disparada nesta quarta-feira, 26, e encerrou cotado a R$ 5,519 – maior cotação desde janeiro de 2022.

Dia de aversão a risco na bolsa após falas de Lula foi minimizado com alta nas ações da mineradora

dólar teve um dia de disparada nesta quarta-feira, 26, e encerrou cotado a R$ 5,519 – maior cotação desde janeiro de 2022. O dia foi de aversão a risco no mercado após falas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que voltou a criticar a atuação do Banco Central. 

A bolsa também reagiu negativamente, mas teve um ponto de virada ao longo da tarde. As ações da Vale (VALE3) subiram 1% em linha com a alta do minério de ferro no exterior e ajudaram o Ibovespa a inverter o sinal ao longo do pregão. O índice, que chegou a perder a marca dos 122.000 pontos na mínima do dia, encerrou com alta de 0,3%, aos 122.701 pontos.

Lula vs Vale 

No início do dia, o principal foco dos investidores ficou com a entrevista de Lula ao UOL, onde o presidente voltou a criticar o BC. O presidente da República também disse que “não indica o presidente do BC para o mercado, mas para o Brasil”, e continuou: “Não preciso de lei para dizer que o BC tem autonomia, precisamos respeitar a função da instituição.”

Em relação à despesas, Lula diz que os benefícios para os mais pobres não serão mexidos, e que é necessário analisar se o problema são as despesas que precisam ser cortadas ou aumentar a arrecadação. Entretanto, o presidente afirmou que é necessário “ter o cuidado de não gastar mais do que arrecada; isso vale para as famílias e para o Brasil.”

Segundo Luiz Felipe Bazzo, CEO do Transferbank, ainda crescem as dúvidas sobre o cumprimento das metas fiscais, apesar de dados positivos de arrecadação em maio. “Em Brasília, debates sobre a renegociação de dívidas estaduais e medidas para compensar a desoneração da folha de pagamento reforçam a postura defensiva dos investidores. Esses fatores contribuem para o ambiente de incerteza e aversão ao risco no mercado doméstico.”

Quem salvou o desempenho do índice foi a Vale (VALE3), que subiu 1% na bolsa junto com outros papéis ligados ao minério de ferro. As ações da Usiminas (USIM5) e CSN Mineração (CMIN3) fecharam em alta de 3,58% e 1,38%, respectivamente.

Aprovação da meta de 3%

O mercado também ficou atento à publicação do decreto que estabelece a meta contínua de inflação de 3% a partir de 2025. A meta foi validada na véspera, em uma reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT) e a ministra substituta da Casa Civil, Miriam Belchior (PT).

Gabriel Galípolo, diretor de política monetária do Banco Central, também participou do encontro. A autoridade é o nome mais cotado para ser indicado por Lula para ser o novo presidente do BC em 2025, após o mandato de Roberto Campos Neto acabar em dezembro deste ano.

IPCA-15

Na agenda dos indicadores econômicos, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), conhecido como a prévia da inflação. O dado veio abaixo das projeções do mercado, com a inflação avançando 0,39% em junho, frente a estimativa do consenso LSEG de 0,45%, e representando uma queda de 0,05 ponto percentual em relação a maio, quando o índice registrou alta de 0,44%.

No acumulado dos últimos 12 meses, o IPCA registra alta de 4,06%, acima dos 3,70% observados nos 12 meses acumulados até maio e também abaixo das projeções de 4,12%. Já o núcleo do IPCA-15, que não considera os componentes mais voláteis de alimentação e energia, cresceu 0,27% no mês.

Segundo Luciano Costa, economista-chefe da Monte Bravo, o IPCA-15 de junho pode ser considerado uma surpresa favorável, com o índice cheio vindo abaixo do esperado, mas é preciso olhar a dinâmica mista na sua composição. “Por um lado, os núcleos seguem bem-comportados, mas o núcleo de serviços se manteve pressionado na margem e houve a reversão da deflação de bens.”

Já Leonel Mattos, analista de Inteligência de Mercado da StoneX, aponta que o dado é “médio” e abre possibilidades para reforçar uma percepção mais negativa dos agentes quanto às expectativas inflacionárias para 2024, 2025, 2026. “Deve ser mais lida nesse sentido do que no sentido benigno de que o Brasil estaria com a estabilização inflacionária sob controle.”

Como é calculado o índice Bovespa?

Principal índice de ações da bolsa brasileira, a B3, o Ibovespa é calculado em tempo real, baseado na média do desempenho dessa carteira teórica de ativos, cada uma com seu peso na composição do índice.

Funcionando como um termômetro do desempenho consolidado das principais ações para o mercado, cada ponto do Ibovespa equivale a 1 real. Por isso, se o IBOV está em 100.000 pontos, isso quer dizer que o preço da carteira teórica das ações mais negociadas é de 100.000 reais.

Notícia publicada no portal Exame

Artigos Relacionados

  • 15

    Segunda

    Jul

    15/07/2024 às 11:16

    Sala de Imprensa

    Atentado contra Trump: como vai repercutir no mercado hoje

    Para analistas, o atentado contra Trump, consolida o candidato republicano como favorito na disputa à Casa Branca; veja as consequências O mercado hoje tende a abrir com valorização do dólar contra as moedas emergentes, inclusive o real. Além disso, o investidor nesta segunda-feira (15) pode ficar receoso com uma possível vitória do candidato republicano Donald Trump, nas eleições presidenciais dos …

    Continue lendo
  • 12

    Sexta

    Jul

    12/07/2024 às 17:40

    Sala de Imprensa

    FII Fechado: Monte Bravo faz distribuição para JHSF Capital e eB Capital

    A JHSF Capital e a eB Capital concluíram a primeira tranche de captação do fundo de investimento imobiliário (FII) focado em imóveis residenciais no segmento de alta renda que as duas gestoras criaram em parceria no ano passado. Com distribuição da Monte Bravo Corretora, que levantou R$ 146,5 milhões, a oferta fechou num total de …

    Continue lendo
  • 10

    Quarta

    Jul

    10/07/2024 às 10:11

    Sala de Imprensa

    Oferta de CRIs: parceria Monte Bravo e Edificatto é destaque

    Projetos imobiliários atraem setor financeiro O montante levantado pela corretora de investimentos Monte Bravo será investido no Terraz Condomínio Clube, um empreendimento da Edificatto Empreendimentos em Primavera do Leste (240 km de Cuiabá) e outras cidades-polo do agronegócio chamam a atenção do mercado financeiro. Com projetos arrojados, a Edificatto Incorporadora se aliou à corretora de …

    Continue lendo

Fechar

Loading...