Seguro de vida cresce no ecossistema de investimentos - Monte Bravo

Seguro de vida cresce no ecossistema de investimentos

28/06/2024 às 14:16

28

Sexta

Jun

3 minutos de leitura
Compartilhar

Planejamento financeiro: cresce a adesão do seguro de vida no ecossistema de investimentos

Press release

Ter uma apólice de seguro de vida é extremamente importante quando pensamos em um planejamento financeiro consistente, tanto familiar como pessoal.
Imagem produzida pelo site Freepik

Ter uma apólice de seguro de vida é extremamente importante quando pensamos em um planejamento financeiro consistente, tanto familiar como pessoal. Em países com economias desenvolvidas como Japão e Estados Unidos, a população investe mais em produtos voltados à proteção, lidando melhor com questões inesperadas ao longo da vida.

Apesar dessa taxa no Brasil ser de apenas 17%, o mercado de seguros de vida privado no país vem crescendo e tem se mostrado promissor. De acordo o relatório Síntese Mensal, produzido pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), o seguro de vida de pessoas atingiu, em março de 2024, o montante acumulado de R$ 8 bilhões, valor que representa um crescimento de 15,2%, em relação ao mesmo período de 2023.

Ecossistema de investimentos

Nesse sentido, o segmento de seguro de vida também tem ganhado mais espaço no ecossistema de investimentos, complementando a diversificação da carteira do investidor. Segundo Camila Iensen, Head de Sales da Monte Bravo, responsável também pela área de Soluções Patrimoniais, em 2023 a corretora teve R$ 47 milhões de emissão em seguros de vida. “Nosso tíquete médio é de R$ 40 mil, já que o perfil de cliente que tem apresentado maior interesse por apólice de seguro de vida é o de alta renda”, explica.

Camila também diz que a apólice de seguro de vida pode ser uma ferramenta sucessória simplificada e eficiente dependendo de algumas situações e do perfil do cliente. “Acaba sendo atrativo por ter um tratamento tributário isento, porque o benefício a ser pago não é considerado herança e não pode responder por dívidas do segurado”, sinaliza Iensen.

Reforma tributária e ITCMD

Desde o final do ano passado, com a aprovação da Reforma Tributária pelo Congresso Nacional, ficou expressa a previsão de que o imposto sobre transmissão causa mortis e doação (ITCMD) será progressivo. Os estados deverão determinar em suas respectivas legislações as faixas bases pelas quais as alíquotas irão progredir – de 2% a 8%.

“O seguro de vida é uma importante ferramenta de liquidez para herdeiros, quando alguns tributos não foram levados em consideração no planejamento financeiro familiar. Sabemos que a alíquota do ITCMD é um dos principais fatores que podem gerar um aumento significativo no custo do inventário”.

Camila aproveita para explicar outra questão importante: o seguro de vida não deve ser pensado apenas como um benefício quando há a indenização, no caso de morte.

“Temos a opção do modelo vitalício, mas também do resgatável, que tem cobertura em vida, para imprevistos financeiros como, por exemplo, o tratamento de uma doença grave”.

Ela diz que o brasileiro está mudando um pouco essa mentalidade de não pensar no futuro, focando mais em proteção e em planejamento financeiro a longo prazo.

“Tivemos a pandemia que nos trouxe alguns ensinamentos importantes quando pensamos na segurança patrimonial e sucessória das famílias. Há ainda um mercado com muitas oportunidades no setor de seguros”.

Camila finaliza dizendo acreditar que fomentar a educação financeira no Brasil trará uma mudança positiva na percepção das pessoas em relação aos benefícios de ter uma reserva financeira.

Minibiografia – Camila Iensen

Com certificação internacional CFP® (Certified Financial Planner), Camila atua com proteção de patrimônios há mais de 10 anos. Atualmente, é Head de Sales, responsável também pela área de Soluções Patrimoniais da Monte Bravo e lidera um time de profissionais especializados em planejamento patrimonial e sucessório. Formada em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário Franciscano (RS), está no mercado financeiro desde 2011. Também tem passagem pela UNICRED, onde atuou na captação e no relacionamento com clientes, análise de crédito e assessoria de investimentos. 

Notícia publicada no portal Universo do Seguro

Leia mais: ITCMD: entenda as mudanças

Artigos Relacionados

  • 15

    Segunda

    Jul

    15/07/2024 às 11:16

    Sala de Imprensa

    Atentado contra Trump: como vai repercutir no mercado hoje

    Para analistas, o atentado contra Trump, consolida o candidato republicano como favorito na disputa à Casa Branca; veja as consequências O mercado hoje tende a abrir com valorização do dólar contra as moedas emergentes, inclusive o real. Além disso, o investidor nesta segunda-feira (15) pode ficar receoso com uma possível vitória do candidato republicano Donald Trump, nas eleições presidenciais dos …

    Continue lendo
  • 12

    Sexta

    Jul

    12/07/2024 às 17:40

    Sala de Imprensa

    FII Fechado: Monte Bravo faz distribuição para JHSF Capital e eB Capital

    A JHSF Capital e a eB Capital concluíram a primeira tranche de captação do fundo de investimento imobiliário (FII) focado em imóveis residenciais no segmento de alta renda que as duas gestoras criaram em parceria no ano passado. Com distribuição da Monte Bravo Corretora, que levantou R$ 146,5 milhões, a oferta fechou num total de …

    Continue lendo
  • 10

    Quarta

    Jul

    10/07/2024 às 10:11

    Sala de Imprensa

    Oferta de CRIs: parceria Monte Bravo e Edificatto é destaque

    Projetos imobiliários atraem setor financeiro O montante levantado pela corretora de investimentos Monte Bravo será investido no Terraz Condomínio Clube, um empreendimento da Edificatto Empreendimentos em Primavera do Leste (240 km de Cuiabá) e outras cidades-polo do agronegócio chamam a atenção do mercado financeiro. Com projetos arrojados, a Edificatto Incorporadora se aliou à corretora de …

    Continue lendo

Fechar

Loading...