Fundos offshore: Rafaela Marchese na Isto É Dinheiro - Monte Bravo

Fundos offshore: Rafaela Marchese na Isto É Dinheiro

23/03/2024 às 01:59

23

Sabado

Mar

3 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

FUNDOS OFFSHORE NA MIRA DO LEÃO

Investidores que possuem ativos em dólar no exterior precisam estar atentos às novas regras da Receita Federal na hora de declarar o Imposto de Renda. O prazo para regularização vai até 31 de maio

Preencher a declaração do Imposto de Renda é uma tarefa tensa em qualquer país do mundo, mas tem sido especialmente complexa no Brasil, onde a Receita Federal costuma tratar contribuintes com presunção de culpa, não de inocência.

Novas regras para tributação de investimentos no exterior

O que já era desafiador está ainda mais complicado neste ano, com as novas regras para tributação de investimentos no exterior, os chamados offshore. 

Aprovado no final de 2023 pelo Congresso, a Instrução Normativa 2180, publicada em 13 de março deste ano, inclui também a tributação de criptomoedas, lucros, dividendos bens incorporados e trusts no exterior para quem tem residência fiscal no Brasil. O prazo de regularização vai até 31 de maio.

Diante da necessidade de aumentar a arrecadação, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, aplaudiu o texto final do projeto da tributação dos fundos offshore. 

“Tem gente esperando que possa haver aumento na arrecadação, já que introduziram mecanismos que estimulam a adesão”, disse Haddad, ao se referir à alíquota final de 8% com a regularização dos ativos nos fundos – ante os 10% iniciais propostos pelo governo.

“Como a alíquota ficou abaixo do previsto originalmente, a adesão deve ser maior. A nova regra é muito boa”, afirmou. Os investidores que não aceitarem antecipar serão taxados em 15% em maio de 2024, valor que poderá ser dividido em 24 parcelas.

O que mudou, afinal?

Se antes esses rendimentos podiam ser tributados mensalmente, em geral pela tabela progressiva do Imposto de Renda, cuja alíquota chegava a 27,5%, neste ano passam a ser taxados na declaração de ajuste anual separadamente dos demais ganhos a uma alíquota de 15%.

Todas as pessoas físicas residentes no Brasil com bens e direitos no exterior poderão optar por atualizar seu valor de aquisição pelo de mercado em 31 de dezembro de 2023, tributando a diferença pela alíquota definitiva de 8% (um desconto em relação ao regramento geral, que passa a prever tributação anual a 15%).

A opção vale para as aplicações financeiras, bens imóveis ou ativos que os representem; veículos, aeronaves, embarcações e demais bens, ainda que em alienação fiduciária; e participações em entidades controladas.

Por outro lado, não abrangem moeda estrangeira em espécie, joias, pedras e metais preciosos, obras de arte, antiguidades de valor histórico, animais de estimação ou esportivos, tampouco para bens comprados em 2023.

Legislação

Até o ano passado, a legislação estabelecia que o IR incidente sobre o ganho de capital seria de 15% a 22,5%, segundo a faixa de renda do ganho.

Com a alíquota menor o contribuinte pode pagar menos tributo em uma venda futura porque a diferença tributada por 8% será considerada custo de aquisição adicional e não sofrerá nova tributação por ganho de capital.

Rafaela Marchese participa de reportagem sobre offshore.

A nova tributação não deve prejudicar os investidores que buscam reserva em dólar para proteger e diversificar seus investimentos, segundo Rafaela Marchese, advogada especializada em Direito Societário e responsável pela área Wealth Planning da Monte Bravo

“Os investidores precisam estar atentos com o passado, principalmente com os investimentos de dezembro de 2023 para trás. Os balanços precisam estar bem feitos. A declaração vai ter que declarar os ativos item a item ou se eles querem atualizar a alíquota”, afirmou Rafaela. “Mas nada disso deve tirar a atratividade dos ativos lá fora. Ainda faz muito sentido porque ter exposição em moeda forte é super importante”. Segundo ela, quem tiver assessor de confiança, será a hora de escolher a melhor postura diante das novidades.

Leia a reportagem na íntegra: Isto É Dinheiro.

Artigos Relacionados

  • 20

    Segunda

    Mai

    Entenda por que ações podem cair mesmo quando o balanço é positivo

    20/05/2024 às 12:20

    Sala de Imprensa

    Confira as ações mais recomendadas para investir

    Compartilhe

    CompartilheAs ações da Sabesp são as mais recomendadas para se investir em maio, de acordo com levantamento feito pela CNN com instituições financeiras. Foram consultados sete bancos e corretoras, que indicaram as melhores ações para investir na bolsa de valores brasileira nas próximas semanas. As top 5 mais indicadas foram: Cenário econômico O contexto econômico atual é …

    Continue lendo
  • 20

    Segunda

    Mai

    20/05/2024 às 12:03

    Sala de Imprensa

    Expectativas do cenário econômico mundial em 2024

    Compartilhe

    CompartilheO economista Alexandre Mathias, estrategista-chefe da Monte Bravo, participou como convidado do podcast Wall Street Cast para falar sobre as expectativas do cenário econômico mundial em 2024. O bate-papo foi com o Rodrigo Ferron, também da Monte Bravo. Alexandre é formado em economia pela USP, mestre em economia pela Fundação Getúlio Vargas, líder de pesquisa …

    Continue lendo
  • 20

    Segunda

    Mai

    20/05/2024 às 11:28

    Sala de Imprensa

    Análise econômica com Luciano Costa no BM&C News

    Compartilhe

    CompartilheO economista-chefe Luciano Costa, da Monte Bravo Corretora, conversou com a equipe de reportagem do BM&C News e fez análise econômica sobre as últimas movimentações do mercado com as recentes mudanças na Petrobras, também abordando o cenário político. Além do que se pode esperar da próxima presidente da empresa, antes comandada por Jean Paul Patres, …

    Continue lendo

Fechar

Loading...