Ações: entenda por que pode cair - Monte Bravo

Ações: entenda por que pode cair

15/04/2024 às 09:59

15

Segunda

Abr

2 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe
Ações: entenda por que pode cair.

A divulgação de um balanço positivo nem sempre se traduz em alta das ações de uma empresa. Diversos fatores podem levar a uma queda no preço dos papéis, como, por exemplo, a frustação das expectativas do mercado e a qualidade do lucro.

Companhias como Mercado Livre (MELI34) e Vibra (VBBR3) viram seus papéis recuarem na B3 mesmo com a divulgação de bons números no 4T23. A varejista brasileira apresentou lucro líquido de US$ 165 milhões, enquanto a Vibra reportou lucro líquido de R$ 3,3 bilhões.

Cenário econômico influencia mas é necessário avaliar “além dos números”

 Já para Bruno Benassi, especialista em ações da Monte Bravo Corretora, apesar de bater os alinhamentos e projeções de mercado, a qualidade dos resultados pode ser considerada ruim pelo mercado. Pode acontecer, por exemplo, algo não recorrente ou ganho tributário que faz o investidor diminuir o imposto pago e, por isso, ter um lucro líquido maior.

“É interessante avaliar para além dos números do balanço financeiro de uma empresa. É necessário notar qual era a expectativa do mercado, se a qualidade do resultado é boa ou não, se há projeção de algum guidance ou algum guidance de receita ou de margem, a geração de caixa e se a mensagem da diretoria da companhia é positiva ou negativa”, afirmou.

Segundo Benassi, o derretimento das ações do Mercado Livre se deu em razão de um fator macroeconômico. Na Argentina, a empresa teve dificuldades ao comparar os números de sua operação, além da questão tributária envolvendo o Brasil e a Argentina em como fazer um repasse ou como fazer a contratação de um serviço de TI.

O que o investidor pode fazer?

A queda das ações de uma empresa após a divulgação de um balanço positivo pode ser um momento de incerteza para quem aposta em uma companhia. É natural se perguntar o que fazer nesse tipo de situação. Por isso, os analistas sugerem algumas dicas que podem ajudar investidores a entender esse cenário. Confira:

  • Analisar detalhadamente as razões por trás da queda;
  • Avaliar os prós e contras;
  • Agir de acordo com seus objetivos e tolerância de risco;
  • Analisar o investimento a longo prazo.

Notícia publicada no portal Investidor 10.

Artigos Relacionados

  • 13

    Segunda

    Mai

    Edifício-sede do Banco Central no Setor Bancário Norte, em lote doado pela Prefeitura de Brasília, em outubro de 1967

    13/05/2024 às 12:38

    Sala de Imprensa

    COPOM: redução no ritmo de corte da taxa de juros para 0,25 pp

    Compartilhe

    O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) se reúne nesta quarta-feira (20) e deve reduzir a taxa básica de juros da economia. Há uma dúvida, porém, sobre o tamanho do corte de juros.

    Continue lendo
  • 13

    Segunda

    Mai

    Vai ter rali no Ibovespa neste fim de ano?

    13/05/2024 às 12:28

    Sala de Imprensa

    Projeção para Ibovespa: Monte Bravo reduz de 170 mil para 155 mil pontos no fim de 2024

    Compartilhe

    CompartilheA Monte Bravo voltou a estimar o Índice Bovespa em 155 mil pontos no fim do ano, estimativa que havia sido alterada no começo de 2024 para 170 mil pontos. “Nosso cenário base do Ibovespa no final de 2024 é que o Índice será negociado em 155 mil pontos” afirma em relatório. Conforme a corretora, …

    Continue lendo
  • 13

    Segunda

    Mai

    13/05/2024 às 12:10

    Sala de Imprensa

    Come-cotas dos fundos exclusivos: o que fazer para fugir

    Compartilhe

    A partir deste ano, os investidores de fundos exclusivos fechados terão de pagar come-cotas semestralmente, em maio e em novembro, perdendo o benefício do deferimento fiscal.

    Continue lendo

Fechar

Loading...