14/05/2021 às 10:00

14

Sexta

Mai

2 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

Por Rebeca Nevares, Sócia da Monte Bravo.

A internet 5G ainda gera muitas dúvidas entre os brasileiros, mas vale ressaltar que esta tecnologia já não está muito distante da nossa realidade. Quando ouvimos especialistas sobre o assunto, um padrão que se repete em suas falas é o de que ela é imprescindível para possibilitar de fato a 4ª Revolução Industrial no Brasil.

Mas, do que se trata o 5G exatamente e quais as suas consequências para a economia? De forma resumida, esta tecnologia é uma evolução natural das gerações anteriores (3G e 4G) e traz, mais do que velocidade e estabilidade de conexão, possibilidades para aplicações que podem revolucionar mais uma vez o estilo de vida da sociedade. 

Na prática, este novo padrão permitirá que tudo se torne conectado, como carros, geladeiras, máquinas de lavar e possibilitará, por exemplo, cirurgias a distância. Além disso, alguns fabricantes de microchips acreditam que o 5G pode atingir rapidez de navegação e download cerca de dez a 20 vezes mais rápido. De forma resumida, abre um leque de possibilidades muito grande. A Tesla (NASDAQ:TSLA) (SA:TSLA34), com seu projeto de carros autônomos, é um caso vivo das transformações pelas quais passaremos em breve. 

Não é à toa que a estrategista global do JP Morgan, Gabriela Santos, ressaltou recentemente que semicondutores para computadores e smartphones são o petróleo do século XXI. Locais como Coréia do Sul e Taiwan na Ásia já têm boa parte do Produto Interno Bruto proveniente da fabricação destes dispositivos e o mercado de tecnologia deve despontar mais uma vez na próxima década. 

Por outro lado, acredito que o setor de energia também passará por adaptações por conta da tendência de aumento na demanda por eletricidade nos próximos anos. Com tantos dispositivos conectados e ligados, este movimento parece ser natural e as empresas que fazem parte deste mercado devem se beneficiar a longo prazo. 

Diante deste cenário, fica clara mais uma vez a necessidade de o Brasil direcionar seus recursos para educação, infraestrutura e incentivos para o setor de tecnologia. Para isso, precisaremos fazer algumas lições de casa como ajuste nas contas públicas e reformas estruturais que possam ajudar o país a se tornar mais competitivo. 

Mas, quando o 5G deve chegar por aqui? 

De acordo com o Ministro de Telecomunicações, Fábio Faria, já existe prazo para o leilão que definirá a empresa responsável pela implantação da tecnologia no país e isto deve ocorrer em meados de junho ou julho de 2021. 

Enquanto isso, vamos aguardar os desdobramentos das reformas que o governo colocou em pauta. O nosso futuro depende muito do que for decidido nos próximos meses. Mas está chegando o momento em que o Brasil precisará decidir se acompanhará a evolução mundial ou se continuará neste ciclo de crises sem fim.

Artigos Relacionados

  • 11

    Quarta

    Mai

    11/05/2022 às 14:01

    Economia

    Web 3.0: o que é e como impacta os investimentos?

    Compartilhe

    CompartilhePor Helbert Costa, responsável pela área de inovação da Monte Bravo Investimentos Não é lá novidade que o mundo tem passado por um processo de transformação acelerado, sobretudo, no que diz respeito à tecnologia. Há dez anos ou 15 anos não ouvíamos os termos criptoativos e metaverso no Brasil, comuns no dia a dia de […]

    Continue lendo
  • 10

    Quinta

    Mar

    10/03/2022 às 13:57

    Economia

    A Rússia pode quebrar financeiramente?

    Compartilhe

    CompartilheDepois das sanções impostas à Rússia, com a incapacitação de envio de recursos através do sistema SWIFT, serviço de padronização de mensagens e informações financeiras, muitas dúvidas surgiram quanto a estabilidade econômica do país: será que a Rússia pode quebrar financeiramente? Um dos pontos mais discutidos do momento é sobre as reservas russas e se […]

    Continue lendo
  • 23

    Quarta

    Fev

    23/02/2022 às 15:32

    MB Sócios

    O que é uma Holding Familiar? Saiba se está na hora de criar a sua

    Compartilhe

    CompartilhePor Marina Gonçalves, advogada e responsável pela área de Wealth Planning na Monte Bravo  O planejamento patrimonial é fundamental para preservar, organizar e perpetuar o legado familiar. Com a devida execução, ele possibilita maior eficácia na governança, harmonia entre os membros da família, além de evitar litígios na disposição e partilha de bens, e ainda […]

    Continue lendo
Invista com a gente

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que utilizamos para melhorar sua experiência.

Fechar

Loading...

Fechar

1