11/06/2021 às 09:38

11

Sexta

Jun

2 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

Por Rebeca Nevares, Sócia da Monte Bravo.

As últimas semanas foram bastante movimentadas no mercado brasileiro. O mês de maio foi marcado pela alta do nosso Ibovespa, que bateu a marca de 129 mil pontos no dia 02/06. Contudo, será que estamos realmente no pico?

De acordo com o estrategista da XP Investimentos, Fernando Ferreira, o Ibovespa está deflacionado quando olhamos IPCA e outros indicadores. Segundo o analista, é preciso que o índice suba cerca de 20% para chegar ao pico de 2008. Se considerarmos o IGP-M, a alta precisa ser superior a 50% para chegarmos ao topo.

Porém, para que o cenário positivo se concretize e a bolsa possa bater novos recordes, alguns fatores precisam ser confirmados. Um deles, por exemplo, é o ciclo das commodities. Alguns analistas dizem que o ciclo atual deve durar cerca de dois anos, porém, há a possibilidade de que ele evolua e permaneça durante cinco ou seis anos.

Diante disso, olhar para o setor é fundamental, pois a bolsa brasileira ainda é bastante dependente dessas empresas, que correspondem a cerca de 36% do nosso índice. Se tirarmos este fator do mercado no Brasil, segundo Fernando Ferreira, nossos ativos estão relativamente caros.

Neste sentido, é preciso ficar atento a este movimento, que certamente será afetado pela retomada econômica mundo afora. Vale lembrar que ainda temos estímulos sendo lançados mensalmente nas economias pelo Banco Central Europeu e Federal Reserve, algo que sem dúvida ajuda a inflacionar o preço de ativos e insumos.

Por outro lado, o pacote de infraestrutura americano também é outro ponto que deve ficar no radar do investidor brasileiro. Caso ocorra de fato, as commodities possivelmente serão beneficiadas e podem puxar o nosso índice para cima.

Algumas áreas e casas de research falam em um Ibovespa em 145 mil pontos ainda em 2021.

Mas isto é de fato possível?

Em meio ao barulho gerado pela pandemia e pela CPI da Covid, muitos investidores acabaram não olhando para questões como o Orçamento de 2021, PEC Emergencial e redução da dívida/PIB. Todos esses pontos evoluíram nos últimos meses e podem ser drivers importantes para o Ibovespa bater novos recordes.

Na última semana, por exemplo, o PIB do primeiro trimestre de 2021, divulgado pelo IBGE, registrou crescimento de 1,2% e várias casas de análises começaram a rever suas projeções.

O fluxo de recursos estrangeiros que entra no país também melhorou e o real foi a moeda com os melhores resultados frente ao dólar no mundo todo durante o mês de maio.

Para que este movimento permaneça, é importante que o ritmo de vacinação aumente e se mantenha em níveis elevados nos próximos meses.

Além disso, um ponto para o investidor ficar atento diz respeito à inflação norte-americana. Caso ela não seja transitória, como afirma o Federal Reserve, os Bancos Centrais possivelmente vão retirar estímulos e o mercado lá fora pode sofrer uma correção, oferecendo pontos de entrada mais atrativos.

De forma resumida, acredito que ainda há espaço para que a bolsa suba. Contudo, existem diversos fatores que podem provocar ruídos e prejudicar os investidores. É preciso ter atenção para não ser pego de surpresa.

Bons negócios!

Artigos Relacionados

  • 11

    Quarta

    Mai

    11/05/2022 às 14:01

    Economia

    Web 3.0: o que é e como impacta os investimentos?

    Compartilhe

    CompartilhePor Helbert Costa, responsável pela área de inovação da Monte Bravo Investimentos Não é lá novidade que o mundo tem passado por um processo de transformação acelerado, sobretudo, no que diz respeito à tecnologia. Há dez anos ou 15 anos não ouvíamos os termos criptoativos e metaverso no Brasil, comuns no dia a dia de […]

    Continue lendo
  • 10

    Quinta

    Mar

    10/03/2022 às 13:57

    Economia

    A Rússia pode quebrar financeiramente?

    Compartilhe

    CompartilheDepois das sanções impostas à Rússia, com a incapacitação de envio de recursos através do sistema SWIFT, serviço de padronização de mensagens e informações financeiras, muitas dúvidas surgiram quanto a estabilidade econômica do país: será que a Rússia pode quebrar financeiramente? Um dos pontos mais discutidos do momento é sobre as reservas russas e se […]

    Continue lendo
  • 23

    Quarta

    Fev

    23/02/2022 às 15:32

    MB Sócios

    O que é uma Holding Familiar? Saiba se está na hora de criar a sua

    Compartilhe

    CompartilhePor Marina Gonçalves, advogada e responsável pela área de Wealth Planning na Monte Bravo  O planejamento patrimonial é fundamental para preservar, organizar e perpetuar o legado familiar. Com a devida execução, ele possibilita maior eficácia na governança, harmonia entre os membros da família, além de evitar litígios na disposição e partilha de bens, e ainda […]

    Continue lendo
Invista com a gente

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que utilizamos para melhorar sua experiência.

Fechar

Loading...

Fechar

1