26/10/2020 às 12:14

26

Segunda

Out

5 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

Durante os dias 20, 21 e 22 de outubro, a Monte Bravo Investimentos realizou uma série de Webinars especiais para discutir tudo sobre as eleições presidenciáveis dos EUA em 2020.

As conversas foram realizadas junto a grande especialistas do mercado financeiro e político, como Fernando Ferreira, Estrategista-chefe da XP Investimentos, Francine Balbina, Especialista em Investimentos Globais da Spiti, e Marcus Vinicius Gonçalves, Diretor Executivo da Franklin Templeton Brasil.

Os possíveis cenários econômicos nos EUA e no mundo, consequências das vitórias, e perspectivas sobre investimentos para os próximos anos foram alguns dos temas discutidos em nossos Webinars, onde também tivemos participação ativa dos espectadores que acompanhavam ao vivo o bate-papo entre os convidados.

Além disso, criamos conteúdos extras: todas as lives viraram Podcasts, produzimos resumos diários exclusivos para quem usa o nosso aplicativo, cobertura ativa nas redes sociais, conteúdos em nosso canal no Telegram, e muito mais.

Abaixo, você confere tudo o que produzimos durante esses três dias de cobertura. Veja:

DIA 1 | Trump Vs. Biden – Consequências de cada um dos candidatos para a economia global

As diferenças entre o sistema eleitoral nos EUA

O sistema eleitoral norte-americano é bastante diferente do que temos no Brasil. Alguns pontos interessantes são: o voto não é obrigatório e ter a maioria do voto popular pode não ser suficiente para garantir a vitória.

Porém, isso não necessariamente implica no engajamento dos eleitores. Nos EUA, a população está sendo incentivada o tempo inteiro pro celebridades, personalidades, e pelos próprios candidatos.

Não à toa, os votantes já representam 30% dos eleitores totais de 2020, com a ajuda do voto pelo correio.

A onda azul é uma realidade?

A “blue wave” é um fenômeno político onde dois poderes possuem lideranças do mesmo partido, no caso os Democratas.

Isso pode acontecer nesta eleição caso Jon Biden se confirme como novo presidente dos EUA. Sendo assim, formam a onda azul com executivo e Congresso norte-americano.

Como consequência, Biden pode ter muito mais facilidade de aprovar reformas e projetos nos próximos quatro anos, alinhando interesses entre poderes.

Os 13 estados que podem definir o resultado das eleições

Existem 13 estados norte-americanos que são considerados os mais “infiéis” a algum partido. São eles: Colorado, Flórida, Iowa, Michigan, Minnesota, Nevada, New Hampshire, North Carolina, Ohio, Arizona, Pennsylvania, Virgínia e Wisconsin.

O termo “infiel” se refere à pouca tendência destes estados a votarem em um único partido, olhando todas as eleições de modo geral. Desse modo, o peso das escolhas destes estados pode ser muito maior do que nos estados-chaves.

Por conta disso, Biden e Trump estão focados em fazer suas campanhas nestes 13 estados.

Ouça o Podcast com a discussão completa:

DIA 2 | Como preparar o meu portfólio de investimentos para diferentes cenários da eleição

As BDRs vieram para ficar?

A partir de amanhã (22), os investidores brasileiros poderão comprar fundos de ações internacionais, as chamadas BDRs (Brazilian Depositary Receipts), já pelo seu home broker favorito.

Nossos convidados comentaram as vantagens e as desvantagens sobre esse investimento. Mas destacaram a importância que terão para diversificar a carteira do brasileiros, podendo investir no exterior, e se blindando do “viés Brasil”, onde há muito mais volatilidade que no exterior.

ESG é pauta importante para Biden

O ESG é uma tendência na América Latina, no Brasil. Mas já é uma realidade na Europa e na Ásia. É algo que você precisa estar exposto, pois consegue se beneficiar desse cenário.

Comentou Rodrigo Franchini sobre os investimentos ESG no Brasil e nos EUA, reforçando que não é modismo.

O dólar de equilíbrio, segundo o modelo dos economistas, é mais próximo de 5. Mas não temos isso no momento, pois o nosso cenário atual é ruim. Precisamos voltar a um cenário de controle fiscal e de controle de dívidas. O risco está mais no Brasil que nos EUA

Comentou Fernando Ferreira, mostrando preocupação com a moeda local brasileira, o real, frente o seu desempenho neste ano de 2020.

Como o mercado irá se comportar pós-eleição

Empresas dominantes, globais e disruptivas, dificilmente os resultados delas irão mudar, independente de quem ganhe. O que muda é o momento do ciclo econômico que o novo presidente assumir, ou seja, não está relacionado ao presidente em si, mas sim ao momento de posse.

Fernando Ferreira ressaltou a importância de ter uma carteira diversificada e global. Se há uma crise dentro do país, você coloca em risco toda a sua carteira. Se há diversificação com ativos internacionais, não fica tão dependente.

Os 4 pontos de atenção das eleições

  1. Dólar
  2. Meio ambiente
  3. Mercado asiático
  4. Tecnologia.

“A questão da Guerra Comercial está dada. Dificilmente o Biden volta atrás nisso. E já é muito mais do que só uma questão comercial, é questão de hegemonia de tecnologias e mais.”

Comentou Fernando Ferreira, sobre as diferenças entre os dois candidatos frente à estes quatro pontos.

Além disso, tecnologia também foi tema de debate. Independente de quem ganhe, a regulação do setor vai continuar aumentando, mas é provável que no governo Democrata a regulação seja mais pesada.

Ouça o Podcast com a discussão completa:

DIA 3 | Instabilidades: O que pode alterar os rumos da corrida eleitoral?

Eleitores mais engajados do que nunca!

Um fato é importante ser dito, os eleitores estão mais engajados nestas eleições do que nas anteriores. Os votos por correio correspondem a 35% do que foi a eleição inteira de 2016.

Além disso, celebridades e personalidades importantes dos EUA estão cada vez mais incentivando os seus seguidores para estas eleições. Esta ação é mais forte, principalmente, aos opositores de Trump.

Coronavírus pode ser um fator decisivo

O comportamento de Donald Trump perante à pandemia causada pelo covid-19 é um fator que pode ser decisivo nos resultados das eleições. É fato que o atual presidente dos EUA não foi o líder que se esperava quando o assunto é a segurança pública dos americanos.

Muitos eleitores idosos passaram a estar mais aos de Jon Biden nestas eleições, justamente por conta das más decisões anunciadas por Trump durante os últimos meses.

O momento não poderia ser pior: uma nova onda da doença começa a pairar pelo país, voltando aos patamares de 1.000 mortos por dia.

Subestimação frente a Donald Trump?

O maior erro dos opositores dos republicanos foi subestimar Donald Trump. Ele já mostrou que faz o que vem na cabeça. Na nossa avaliação há sim um espaço para ele dar entrada na Suprema Corte. Mas não acreditamos que será como nos anos 2000, que teve a recontagem na Flórida.

Afirmou Marcus Vinícius sobre os possíveis erros de outros eleitores nas eleições anteriores. É fato que Trump se fortalece cada vez que solta absurdos e frases polêmicas.

Biden pode ajudar no crescimento de energias renováveis

Caso a vitória de Biden seja concretizada, os investimentos em ESG tende a crescer muito mais nos próximos anos, não só nos EUA, mas também no Brasil

Queda de impostos para incentivar o crescimento em energia renovável também pode se tornar realidade com o passar do tempo. Agora, mais do que nunca, é hora de pensar em investimentos “verdes”.

A importância de diversificar a sua carteira

Não importa o câmbio, você precisa montar a sua posição. Não faça timming de dólar, o mais importante é entrar nas ações que você acha importante. Eu já estou na Franklin há 20 anos e conheço uma infinidade de pessoas que deixaram de fazer negócios porque achavam que o dólar estava caro ou barato. Faz um preço médio sim.” 

Afirma Marcus Vinícius sobre a importância de manter uma carteira mais diversificada, principalmente com investimentos no exterior. Fiquem de olho na sua carteira!

Fique atento: em dezembro teremos o MB Experience, nosso evento anual onde reunimos grandes nomes do mercado financeiro em discussões exclusivas. Aguarde!

Artigos Relacionados

  • 09

    Quinta

    Set

    Entenda como as famílias de alta renda cuidam de seus patrimônios

    09/09/2021 às 10:00

    MB News

    Entenda como as famílias de alta renda cuidam de seus patrimônios

    Compartilhe

    CompartilheLeia o nosso artigo na revista ONNE Digital.

    Continue lendo
  • 27

    Quinta

    Mai

    Brazil Journal cobre o lançamento da nova marca da Monte Bravo

    27/05/2021 às 12:24

    MB News

    Brazil Journal cobre o lançamento da nova marca da Monte Bravo

    Compartilhe

    CompartilheA Monte Bravo, o maior escritório de agentes autônomos do Brasil, está reposicionando sua marca e seu discurso para um público de mais alta renda — e reiterando planos de se tornar uma corretora independente em meio ao acirramento da guerra das plataformas. “O modelo de AAI sempre foi muito útil pra gente, foi um […]

    Continue lendo
  • 19

    Quarta

    Mai

    Monte Bravo anuncia tenista Bruno Soares como embaixador da marca

    19/05/2021 às 12:18

    MB News

    Monte Bravo anuncia tenista Bruno Soares como embaixador da marca

    Compartilhe

    CompartilheA Monte Bravo, principal empresa de assessoria de investimentos credenciada à XP, acaba de anunciar o tenista Bruno Soares como embaixador da marca. A parceria, que envolve um projeto de longo prazo, consistirá no apoio em competições como as Olimpíadas de Tóquio, tendo como contrapartida a exposição da marca na mídia. De acordo com a sócia […]

    Continue lendo
Invista com a gente

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que utilizamos para melhorar sua experiência.

Fechar

Loading...

Fechar

1