Como Investir

Abertura da curva de juros: Como investir diante deste cenário?

21/05/2021

Compartilhe

A principal função da curva de juros é atuar como uma ferramenta de projeção que mostra como o mercado precifica o risco do país.

Se você já investe e acompanha o mercado há algum tempo, provavelmente já ouviu falar em abertura ou fechamento da curva de juros. Mas o quê, exatamente, isto significa e como pode afetar os investimentos? É sobre isso que vamos conversar hoje.

Antes de mais nada, é fundamental explicar o que é a curva propriamente. Ela, basicamente, serve para representar o comportamento dos juros ao longo de um determinado período. Sua principal função é atuar como uma ferramenta de projeção que mostra como o mercado precifica o risco do país.

Como isto funciona na prática?

Quando ouvimos economistas dizerem que há uma abertura na curva, significa que as taxas de juros praticadas pelo mercado estão em alta e isto ocorre devido a um ambiente de incertezas no horizonte. Este movimento acontece porque os níveis de confiança dos investidores na capacidade de crescimento daquele país diminuíram.

De forma resumida, ao analisar uma economia deficitária, com dificuldades orçamentárias e outros problemas, os prêmios exigidos pelo mercado para investir naquele local são cada vez maiores por conta da relação de risco x retorno.

Um dos grandes problemas reside no fato de que a curva é composta por papéis de renda fixa atrelados a títulos do governo. Se o mercado exige maiores “recompensas”, isto significa que os custos da dívida serão maiores e isto leva a um ciclo sem fim que pode ser bastante perigoso para a economia do país.

Mas, como isto afeta o investidor pessoa física e quais estratégias podem ser seguidas?

Longe de querer dar uma receita pronta. Cada investidor tem um perfil diferente e isto deve ser avaliado em cada decisão.

Em primeiro lugar, é preciso entender que uma economia em desalinho causa enorme volatilidade nos mercados e isso gera riscos, mas também oportunidades, seja na renda fixa ou variável.

A abertura da curva, por exemplo, pode fazer com que algumas classes de ativos sejam oferecidas ao mercado com retornos mais atrativos, o que oferece uma possibilidade de ganho de juros mais altos para a carteira no médio e longo prazo.

É o caso, por exemplo, dos CRIsCRAsDebêntures e outros ativos de crédito privado, que têm gerado retornos interessantes neste momento. Contudo, sempre que tocamos neste assunto é importante ressaltar os cuidados com a liquidez, o risco de inadimplência e a concentração da carteira com este tipo de ativo.

Além disso, em momentos incertos, o investidor também pode lucrar ao comprar bons ativos a preços descontados para posterior venda em uma eventual recuperação dos mercados, inclusive quando há o fechamento da curva, o que significa que há uma retomada em andamento.

Ainda existem outras alternativas, mas não caberia em um só texto falar sobre cada uma delas. O meu objetivo, neste início de jornada com você, é abrir o leque de opções e expandir a sua consciência enquanto investidor. Te encontro no próximo artigo!


Invista com a melhor assessoria de investimentos do Brasil

Entre em contato com a Monte Bravo Investimentos e abra sua conta!


Compartilhe

Quer saber como investir melhor o seu patrimônio?

Invista para potencializar as suas conquistas.

Leia também

  • 11

    sexta

    jun

    11/06/2021

    MB Weekend

    MB Weekend #03 | CPI americano elevado: quais os seus impactos?

    Compartilhe

    Compartilhe

    Continue lendo
  • 11

    sexta

    jun

    11/06/2021

    Economia

    Ibovespa em 129 Mil Pontos. O Brasil Está Mesmo no Pico?

    As últimas semanas foram bastante movimentadas no mercado brasileiro. O mês de maio foi marcado pela alta do nosso Ibovespa, que bateu a marca de 129 mil pontos no dia 02/06. Contudo, será que estamos realmente no pico? De acordo com o estrategista da XP Investimentos, Fernando Ferreira, o Ibovespa está deflacionado quando olhamos IPCA e outros indicadores. […]

    Compartilhe

    Continue lendo
  • 10

    quinta

    jun

    10/06/2021

    MB Stocks

    Como o Brasil está reagindo ao superciclo das commodities?

    Nosso Sócio e Head de Renda Variável, Bruno Madruga, recebeuRicardo Kazan, Trader de Commodities na Legacy Capital (@legacy.capital), para uma conversa sobre: Como o Brasil está reagindo ao superciclo das commodities?⠀⁣⁣⁣⠀⠀⁣⁣⁣Veja os principais tópicos da conversa: ⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣⠀⠀⁣⁣⁣⠀⠀– Commodities: estamos em superciclo?;⁣⁣⁣⠀⠀– Como o investidor pode fazer esse tipo de alocação em seu portfólio;⁣⁣⁣⠀⠀– Quais commodities […]

    Compartilhe

    Continue lendo
  • 10

    quinta

    jun

    10/06/2021

    Economia

    Por que o mercado dos EUA interfere na bolsa brasileira?

    Quem acompanha o mercado financeiro sabe que tão ou mais importante que os indicadores nacionais são os números apresentados pelo mercado dos Estados Unidos. Mas, por que os resultados das bolsas e da economia norte-americana têm tanto impacto por aqui? Se você pensou na globalização, saiba que isso responde apenas a parte da questão. De […]

    Compartilhe

    Continue lendo
  • 02

    quarta

    jun

    02/06/2021

    Como Investir

    BDRs: uma solução para investir lá fora e diversificar a carteira

    Desde 2020, investidores de todos os perfis podem negociar BDRs: Brazilian Depositary Receipts, que são os títulos de empresas negociados no exterior. Até então, essa possibilidade se resumia aos investidores qualificados – aqueles que possuem mais de R$ 1 milhão em carteira. Na prática, a medida abriu mais frentes para diversificação dos investimentos, que agora […]

    Compartilhe

    Continue lendo
  • 02

    quarta

    jun

    02/06/2021

    Como Investir

    Veja as evoluções das aplicações financeiras de maio/2021

    O mês de maio trouxe algumas mudanças no cenário econômico, mas que se manteve incerto. A aprovação do Orçamento de 2021 e o andamento da CPI da Covid-19, impactaram diretamente na retomada econômica. Sendo assim, veja abaixo o que todos esses fatores influenciaram nas evoluções das aplicações financeiras deste último mês. Compartilhe

    Compartilhe

    Continue lendo
  • 27

    quinta

    maio

    27/05/2021

    Institucional

    Brazil Journal cobre o lançamento da nova marca da Monte Bravo

    A Monte Bravo, o maior escritório de agentes autônomos do Brasil, está reposicionando sua marca e seu discurso para um público de mais alta renda — e reiterando planos de se tornar uma corretora independente em meio ao acirramento da guerra das plataformas. “O modelo de AAI sempre foi muito útil pra gente, foi um […]

    Compartilhe

    Continue lendo
  • 19

    quarta

    maio

    19/05/2021

    Institucional

    Monte Bravo anuncia tenista Bruno Soares como embaixador da marca

    A Monte Bravo, principal empresa de assessoria de investimentos credenciada à XP, acaba de anunciar o tenista Bruno Soares como embaixador da marca. A parceria, que envolve um projeto de longo prazo, consistirá no apoio em competições como as Olimpíadas de Tóquio, tendo como contrapartida a exposição da marca na mídia. De acordo com a sócia […]

    Compartilhe

    Continue lendo
  • 19

    quarta

    maio

    19/05/2021

    Como Investir

    Quais são os fundos mais rentáveis do Brasil?

    No Brasil, a captação em fundos tem as origens mais variadas: ações, títulos de renda fixa, commodities, títulos públicos, entre outros papéis. Em 2020, o volume financeiro negociado nessa categoria caiu 8,7% – mas a expectativa é a de que em 2021 esse quadro seja revertido, com a recuperação paulatina da economia experimentada sobretudo nos […]

    Compartilhe

    Continue lendo

R. Min. Jesuíno Cardoso, 454 - 9° andar Vila Nova Conceição, São Paulo-SP, 04544-051

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que utilizamos para melhorar sua experiência.

1