Tesouro Direto Selic: é o melhor para a minha carteira? - Monte Bravo

Tesouro Direto Selic: é o melhor para a minha carteira?

05/05/2020 às 14:03

05

Terça

Mai

4 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

Anos atrás, os investidores do Tesouro Direto preferiam os títulos que estavam atrelados à inflação. Mas há cerca de 3 anos foram os títulos indexados à Selic que tomaram a frente e se tornaram os mais vendidos.

Será que essa é a melhor opção hoje em dia? Como determinar o que pode ser mais rentável?

Para uma decisão mais acertada, o primeiro passo é conhecer as características principais do Tesouro Direto Selic.

O que é o Tesouro Direto Selic?

Tesouro Selic é um investimento de renda fixa que, em geral, é recomendado para aqueles que procuram uma alternativa à poupança.

Porém, há uma característica importante: o Tesouro Direto tende a oferecer rentabilidade mais atraente do que a tradicional poupança.

Outro detalhe: é um produto que pode ser adaptado para diversos objetivos, independentemente do prazo estabelecido. Isso significa que o Tesouro Direto Selic é uma opção que pode ser usada na compra de um bem material como, por exemplo, um carro.  Pode também ser utilizado para planejar a tão sonhada aposentadoria.

Uma boa e importante notícia completa o pacote com algumas das principais qualidades: o investimento inicial é baixo, abrindo espaço para vários tipos de públicos.

Como funciona o Tesouro Direto Selic

Quando se fala em Tesouro Direto Selic, tecnicamente estamos falando de um título pós-fixado emitido pelo Tesouro Nacional. Ele tem a responsabilidade de administrar os recursos financeiros que entram nos cofres públicos. 

Trata-se, portanto, de um empréstimo que o investidor faz do seu dinheiro para o Governo Federal por determinado período.

Como retorno, o investidor recebe uma taxa de juros que, neste caso, corresponde à rentabilidade.

O que o Governo faz com esse valor que foi investido no Tesouro Direto Selic? É um capital que pode ser utilizado para custear áreas importantes para o Brasil como, por exemplo, saúde, educação e infraestrutura.

Mas como funciona na prática? 

O produto tem fluxo de investimento simples: seu processo conta com uma aplicação e um resgate.

A simplicidade também pode ser conferida na forma como apresenta rendimento.

Com baixa volatilidade, o capital investido no Tesouro Direto Selic é corrigido pela variação da taxa básica de juros brasileira do período, a taxa Selic. Ela é a taxa básica de juros da economia e principal instrumento de política monetária usado pelo Banco Central para controlar a inflação. 

A combinação entre o valor que é investido mais o rendimento é chamada de valor de face, responsável por evitar retorno negativo para o investidor.

Pode-se concluir, portanto, que ao investir no Tesouro Direto Selic, o dinheiro aplicado tenderá a render até o vencimento e o montante inicial será preservado.

Outros títulos do Tesouro Direto têm variações mais acentuadas do que as apresentadas pelo Tesouro Direto Selic, o que torna esse investimento bem previsível. Portanto, quando é necessário resgatar antes da data de vencimento, as perdas não são grandes.

Graças à previsibilidade de rendimentos que o Tesouro Direto Selic é recomendado para objetivos de longo prazo como, por exemplo, a aposentadoria.

Há riscos?

Trata-se de um título que tem risco de crédito – quando há falta de pagamento dos rendimentos prometidos ou então falência do emissor.

Além disso, o Tesouro Direto Selic não tem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), como ocorre com outros tipos de investimentos como a poupança, por exemplo.

Mas tem a seu favor um cenário importante: o risco de falência do governo é menor do que o de qualquer instituição financeira no País.

É por isso que não há necessidade de contar com a garantia do FGC e tem a fama, confirmada, de ser um investimento seguro.

Rendimento mensal 

A rentabilidade anual corresponde a 100% da taxa Selic do período. 

Hoje, abril de 2020, a taxa básica de juros está na mínima histórica: 3,75% ao ano com chances de cair ainda mais em virtude da pandemia pelo novo coronavírus.

Apesar desse cenário, a previsão é de que o Tesouro Direto Selic siga em alta entre os investidores, principalmente aqueles que apresentam perfil conservador.

Taxas e custos

Investir no Tesouro Direto Selic não significa estar isento de taxas e custos.

Sim, a cobrança de impostos e taxas faz parte do pacote. 

Um deles é o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incide apenas sobre os rendimentos e cuja alíquota diminui diariamente até zerar no 30º dia de aplicação. Portanto, ao solicitar o resgate dentro desse período, resultará no pagamento do IOF.

É preciso contabilizar também o Imposto de Renda (IR), que é calculado sobre os rendimentos e tem a alíquota regressiva mediante prazo de investimento. Quanto mais tempo for mantido na carteira, menor será a alíquota do IR.

Esse produto também está sujeito à cobrança da taxa de custódia, que é de responsabilidade da B3. O desconto é feito a cada semestre e somente sobre os rendimentos.

Importante: ao fazer o resgate do Tesouro Selic, o investidor recebe o valor já corrigido de forma líquida. Portanto, os impostos ficam retidos direto na fonte e a B3 faz a cobrança da taxa de custódia automaticamente.

Tesouro Direto Selic ou IPCA

De acordo com especialistas do mercado financeiro, o retorno positivo do Tesouro Direto Selic é um dos fatores que atrai investidores, característica que o difere do IPCA.

O Tesouro IPCA pode ter retorno negativo caso o título seja vendido antes da data de vencimento. Isso porque trata-se de um produto que rende a inflação mais uma taxa prefixada. 

Hoje em dia, então, como as variações nas taxas podem ser grandes, principalmente no atual cenário com o novo coronavírus e tantas outras incertezas, os riscos são maiores. O Tesouro IPCA pode sim ter retorno negativo, assustando os investidores, principalmente os iniciantes.

Resumo: por que o Tesouro Direto Selic?

O Tesouro Direto Selic ganha adeptos em virtude das seguintes características: é um produto que transmite segurança, tem liquidez diária e retorno positivo.

Mesmo com rendimento tímido, é uma boa opção para quem deseja fazer uma reserva de emergência. Além disso, apresenta uma boa oportunidade para o investidor que quer manter guardado um dinheiro que não sabe quando usará, mas que poderá ser resgatado a qualquer momento, sem perdas.

Deseja saber mais sobre o Tesouro Direto Selic? Fale com um dos especialistas da Monte Bravo, assessoria de investimentos que está sempre pronta para atender você!

Artigos Relacionados

  • 16

    Quinta

    Mai

    16/05/2024 às 10:47

    Investimentos

    Desvendando os Juros Compostos: Estratégias para Multiplicar seus Investimentos

    Compartilhe

    CompartilheVocê já deve ter ouvido falar sobre os juros compostos, mas sabe como aproveitá-los ao máximo nos seus investimentos, para multiplicar o seu patrimônio? Neste guia completo, exploraremos estratégias sólidas e práticas para ajudar você a potencializar seus ganhos e alcançar seus objetivos financeiros.  O Que São Juros Compostos e Por Que Eles Importam? Em …

    Continue lendo
  • 10

    Sexta

    Mai

    10/05/2024 às 16:21

    Investimentos

    Tabela Periódica | Monte Bravo

    Compartilhe

    CompartilheHistóricos dos retornos de ativos selecionados Abril foi um mês de forte alta das taxas de juros nos EUA  Tabela Periódica Brasil – Retornos de Classes e Subclasses Fonte: Bloomberg. Elaboração: Monte Bravo. Data Base: 30/04/2024 IBOV: Índice da Bolsa de Valores de São Paulo – principal indicador de ações do Brasil Glossário Brasil Carteiras …

    Continue lendo
  • 06

    Segunda

    Mai

    06/05/2024 às 16:05

    Investimentos

    A Carta Mensal de maio já está disponível!

    Compartilhe

    CompartilheNesta edição, nossos especialistas pontuam que a perspectiva para os investimentos em ativos brasileiros em 2024 segue favorável. A incerteza em relação à desinflação, no entanto, atrasou os cortes nos EUA — postergando o rally destes ativos. Confira mais alguns dos principais temas abordados:

    Continue lendo

Fechar

Loading...