Confira as principais ações que compõem o Índice Bovespa (Ibovespa)

Confira as principais ações que compõem o Índice Bovespa (Ibovespa)

27/07/2020 às 09:00

27

Segunda

Jul

3 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

Você sabia que as ações mais negociadas na Bolsa de Valores são as que fazem parte da composição Ibovespa?

Sim, estamos falando de ações que movimentam milhões ou mesmo bilhões de reais diariamente.

Conhecer as principais ações que compõem o Ibovespa é de fundamental importância para todo investidor, incluindo os iniciantes que têm a meta de conhecer e transitar pelo universo do mercado de ações. 

Por dentro do Índice Bovespa

O Índice Bovespa nasceu em janeiro de 1968. Hoje, com 52 anos, traz no “currículo” diversas ações que fizeram parte da sua trajetória.

Antes do surgimento desse Índice, o mercado divulgava a cotação de cada ação. Mas, com o passar do tempo, ficou notória a necessidade de se contar com uma ferramenta que determinasse o panorama da Bolsa de Valores como um todo, deixando de apresentar simplesmente estimativas vagas.

E assim o Ibovespa foi consolidado como principal indicador de desempenho das ações que são negociadas na Bolsa de Valores (B3). Ele reúne as empresas que são mais importantes do mercado de capitais brasileiro. 

Pode-se dizer que as ações que fazem parte do Ibovespa constituem um verdadeiro termômetro da economia e, consequentemente, dos investimentos que são feitos em nosso País.

Afinal, estamos falando de um Índice formado por mais de 70 ações que são responsáveis por cerca de 80% das negociações feitas na Bolsa de Valores no Brasil. Há ações, por exemplo, de uma mesma empresa em meio às cerca de 400 que figuram no Ibovespa.

Em resumo, a proposta do Ibovespa é atuar como um indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de maior poder de negociação e representatividade do mercado de ações do nosso País.

Movimento diário

As ações mais negociadas na Bolsa de Valores, e que fazem parte da composição Ibovespa, são vendidas e compradas nos pregões realizados diariamente na Bolsa de Valores.

Essas negociações dão o tom do mercado: quando o Ibovespa sobe, significa que o mercado também está subindo. Mas quando cai em virtude da influência dos ativos que fazem parte do Índice, significa que o mercado apresenta tendência de baixa.

Quando uma ação pode fazer parte da composição Ibovespa?

Não são todas as empresa que têm ações negociadas na B3 que fazem parte da composição Ibovespa.

O Índice conta com uma metodologia criteriosa, que tem o objetivo de garantir que apenas os mais relevantes negócios entrem no seu cálculo.

Para fazer parte do Índice Bovespa, as ações são, portanto, submetidas a uma série de critérios.

Em resumo, devem: 

  • Apresentar condição para integrar a carteira durante um ano;
  • Ter alto Índice de Negociabilidade;
  • Terem sido negociadas em, no mínimo, 95% dos pregões realizados durante um ano;
  • Contarem com participação, em volume financeiro, superior ou idêntica a 0,1%, no mercado a vista – também durante um ano;
  • Ter valor médio ponderado superior a R$ 1 durante a vigência da carteira teórica anterior.

Uma coisa é certa: quando uma empresa tem as ações compondo o Índice Bovespa, ela entra em novo patamar de negócios, já que os seus ativos ganham ainda mais visibilidade.

Quais são as principais ações que compõem o Índice Bovespa?

Hoje em dia, são poucas as ações que respondem por grande parte do peso da carteira, ou seja, das movimentações financeiras do País.

As quatro primeiras empresas posicionadas na composição Ibopevspa são responsáveis por mais de 30% de participação na carteira teórica.

São elas:

  • Itaú Unibanco (ITUB4) 
  • Vale (VALE3) 
  • Petrobrás (PETR4) 
  • Bradesco (BBDC4) 

É vantajoso investir nas ações Ibovespa?

Agora que você já conhece algumas das principais ações que fazem parte da composição Ibovespa, a pergunta é se elas são as melhores recomendações para a compra.

É sempre importante lembrar aqui que falar de ações significa falar também de um investimento de longo prazo.

Portanto, levando essa questão do tempo em conta, não há como ter garantia quanto ao sucesso de uma negociação que terá como base determinada ação – há sempre riscos oferecidos pela volatilidade do mercado.

Por isso, acompanhar sistematicamente o mercado de ações e saber diversificar a carteira é sempre a recomendação para todo tipo de investidor. 

Não basta saber que por se tratar de ações de uma grande empresa, que lidera o seu setor, por exemplo, que o seu investimento estará protegido.

Daí a necessidade de ter muita cautela e atenção para gerenciar os riscos e assim optar pela entrada ou saída de uma operação.

Artigos Relacionados

  • 16

    Quinta

    Mai

    16/05/2024 às 10:47

    Investimentos

    Desvendando os Juros Compostos: Estratégias para Multiplicar seus Investimentos

    Compartilhe

    CompartilheVocê já deve ter ouvido falar sobre os juros compostos, mas sabe como aproveitá-los ao máximo nos seus investimentos, para multiplicar o seu patrimônio? Neste guia completo, exploraremos estratégias sólidas e práticas para ajudar você a potencializar seus ganhos e alcançar seus objetivos financeiros.  O Que São Juros Compostos e Por Que Eles Importam? Em …

    Continue lendo
  • 10

    Sexta

    Mai

    10/05/2024 às 16:21

    Investimentos

    Tabela Periódica | Monte Bravo

    Compartilhe

    CompartilheHistóricos dos retornos de ativos selecionados Abril foi um mês de forte alta das taxas de juros nos EUA  Tabela Periódica Brasil – Retornos de Classes e Subclasses Fonte: Bloomberg. Elaboração: Monte Bravo. Data Base: 30/04/2024 IBOV: Índice da Bolsa de Valores de São Paulo – principal indicador de ações do Brasil Glossário Brasil Carteiras …

    Continue lendo
  • 06

    Segunda

    Mai

    06/05/2024 às 16:05

    Investimentos

    A Carta Mensal de maio já está disponível!

    Compartilhe

    CompartilheNesta edição, nossos especialistas pontuam que a perspectiva para os investimentos em ativos brasileiros em 2024 segue favorável. A incerteza em relação à desinflação, no entanto, atrasou os cortes nos EUA — postergando o rally destes ativos. Confira mais alguns dos principais temas abordados:

    Continue lendo

Fechar

Loading...