19/04/2021 às 12:00

19

Segunda

Abr

3 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

Elas movimentam trilhões de dólares e seus indicadores ajudam a sinalizar para segmentos da economia em alta ou em baixa, empresas bem ou mal cotadas e até a dinâmica macroeconômica das maiores economias do mundo. 

Estamos falando das principais bolsas de valores, cujos pregões são acompanhados com muita atenção pelos investidores e pelas agências de classificação de risco.

Em geral, as bolsas mais importantes estão localizadas em grandes centros financeiros e em países indutores de investimentos de maior musculatura nas áreas mais cobiçadas. Mas também há pregões influentes em economias emergentes.

Mesmo que o investidor não tenha planos de colocar dinheiro lá fora, acompanhar o comportamento desses indicadores é essencial para entender inclusive como vão se estabelecer os papéis por aqui. 

Manter-se informado é uma condição indispensável para alcançar a maturidade na gestão dos projetos pessoais.

Preparamos uma rápida descrição das principais bolsas pelo mundo:

NYSE (New York Stock Exchange)

Localização: Estados Unidos
Fundação: 1792

A principal bolsa de valores do mundo é também uma das mais antigas. A NYSE durante muito tempo foi a grande bolsa de Nova Iorque.

Entre seus índices estão NYSE U.S. 100 INDEX, Dow Jones e S&P 500 Index.

Seu valor de mercado ultrapassa a casa dos US$ 22 trilhões, energizados pela presença das principais companhias listadas em bolsa no mundo: Microsoft, Apple, Nike, Visa, 3M e JP Morgan estão lá.

NASDAQ

Localização: Estados Unidos
Fundação: 1971

O índice Nasdaq é acompanhado com muito rigor pelos investidores mais arrojados, porque inclui grandes empresas de tecnologia que até a virada do milênio não existiam ou não tinham tanta musculatura.

Com valor de mercado que gira em torno de US$ 7 trilhões, possui mais de 3 mil empresas listadas, entre elas as big techs Apple, Netflix, Google, Amazon e Microsoft.

TSE (Tokyo Stock Exchange)

Localização: Japão
Fundação: 1878

A principal bolsa da Ásia é uma espécie de termômetro do que nos espera no dia seguinte. Por causa do fuso horário, seu humor é o primeiro a dar pistas sobre o que vem por aí no ocidente.

Por conta da vocação japonesa e de seus vizinhos do continente em exportar tecnologia, a TSE também é uma bolsa com muitas empresas deste segmento listadas, além de grandes montadoras de automóveis como Toyota e Honda.

Seu valor de mercado estimado também oscila entre US$ 6 e US$ 7 trilhões.

LSE (London Stock Exchange)

Localização: Inglaterra
Fundação: 1801

A bolsa inglesa tem um papel fundamental na história. Quando as principais economias do mundo ainda estavam no continente, movimentou um volume incalculável de ações inclusive de commodities vindas de ex-colônias. Até o início do século passado, era a maior bolsa do mundo.

Seus principais índices são FTSE 100 Index, FTSE 250 Index e FTSE 350 Index. 

Com a saída do Reino Unido da União Europeia, no movimento conhecido como brexit, muitas ações começaram a ser negociadas fora da bolsa londrina, devido a receio de investidores. Uma das bolsas mais favorecidas com essa migração foi a Euronext, próxima da lista.

Euronext

Localização: Holanda/França
Fundação: 2000

Com mais de 1,2 mil empresas listadas, a Euronext é a mais cosmopolita entre as bolsas, com papéis negociados em vários países da Europa.

O índice Euronext 100 é o seu nome mais conhecido nos pregões mundo afora, que possuem valor de mercado de US$ 4,6 trilhões.

A Euronext promete conectar economias locais com marcas globais, acelerando a inovação e o crescimento com foco em uma “transição econômica mais sustentável”.

Passou sete anos vinculada à NYSE, em Nova Iorque, mas desde 2014 tem atuação independente.

SSE (Shanghai Stock Exchange)

Localização: China
Fundação: 1990

A maior bolsa da China, outro termômetro importante do humor do mercado no Oriente, é vinculada a um órgão público do governo chinês. Por conta disso, tem fortes restrições a investimentos estrangeiros.

Seu valor de mercado é de US$ 4 trilhões e entre as empresas listadas estão grandes organizações dos ramos de infraestrutura, energia, agricultura e finanças.

A B3, Bolsa de Valores do Brasil, está entre as 20 maiores bolsas do mundo. A antiga Bovespa tem 130 anos e vale US$ 1,1 trilhão no mercado de capitais, sendo a maior da América Latina. O IBovespa é seu índice mais conhecido. 

Hoje, mais de 3,4 milhões de cidadãos investem em papéis da B3, no maior patamar da história da bolsa brasileira.

Artigos Relacionados

  • 08

    Quarta

    Jun

    08/06/2022 às 15:59

    Investimentos

    Pessoas físicas dominaram os investimentos em Fiagros

    Compartilhe

    CompartilheOs Fiagros caíram no gosto dos investidores, especialmente, pessoas físicas. Um estudo da B3, a Bolsa de Valores brasileira, mostra que este perfil corresponde a 98% do volume investido na classe, que passou a marca dos R$2 bilhões.  Além disso, o levantamento ainda revela que desde a sua criação, em 2021, o número de investidores […]

    Continue lendo
  • 25

    Quarta

    Mai

    Como funcionam os ciclos econômicos no Brasil e como impactam investimentos? Entenda.

    25/05/2022 às 10:04

    Economia

    Como funcionam os ciclos econômicos?

    Compartilhe

    CompartilheOs ciclos econômicos são um dos assuntos mais importantes para o investidor. Isto porque eles são responsáveis por boa parte do direcionamento de fluxo de capitais, seja no Brasil ou em qualquer outro país. De forma resumida, compreender como funcionam os ciclos econômicos ajuda a entender para onde vai o dinheiro e como você pode […]

    Continue lendo
  • 30

    Quarta

    Mar

    Collar é estratégia de proteção (Crédito: Unsplash/Joshua Mayo)

    30/03/2022 às 16:14

    Investimentos

    O que é um Collar e para que serve?

    Compartilhe

    CompartilheO Collar é uma estratégia de defesa para o(a) investidor(a) que já possui ou deseja comprar um ativo como proteção. Nessa estrutura, quem investe consegue garantir que a posição seja mantida em caso de queda do mercado ao mesmo tempo em que possibilita as chances de ganhos, se houver valorização e aumento de preços. No […]

    Continue lendo
Invista com a gente

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que utilizamos para melhorar sua experiência.

Fechar

Loading...

Fechar

1