08/09/2020 às 16:50

08

Terça

Set

4 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

O ato de investir na Bolsa de Valores ainda é uma prática cercada de mitos e dúvidas, em geral decorrentes da sensação de que é possível “perder tudo” do dia para a noite ou ficar milionário em poucas horas. Situações assim são muito improváveis, e investir na bolsa pode ser uma tarefa planejada e que, ao final, lhe renderá bons lucros sem grandes sobressaltos. 

Neste post, falaremos sobre as cinco principais dúvidas entre aqueles que querem saber como investir na bolsa.

As cinco maiores dúvidas de como investir na Bolsa de Valores:

Atualmente, o país possui quase 3 milhões de investidores na B3, a Bolsa de Valores brasileira. De março a julho de 2020, durante a pandemia de coronavírus, o pregão ganhou 900 mil novos cadastros.

Provavelmente, os investidores estreantes passaram por uma ou mais dúvidas das que relacionamos abaixo. E, se você quer se juntar a eles, leia atentamente estas orientações para chegar a este novo mundo com conhecimentos básicos na bagagem!

1. O que é uma ação?

A grosso modo, a ação é uma “parte” contendo valor de uma empresa. Ao comprar uma ação, você se torna um acionista daquele grupo em que investiu. Obviamente, não é a mesma coisa que ser “dono” ou sócio da corporação – uma vez que seriam necessárias muitas partes da empresa para que você se tornasse um acionista com poder de voto nas decisões corporativas ou com assento nos conselhos. 

Ainda assim, o acionista detém aquela fatia da empresa enquanto permanecer com a ação. Os seus interesses são levados em conta pelos grupos gestores justamente para que esses papéis não se depreciem. 

As ações são negociadas em um pregão – que é o horário de expediente da Bolsa de Valores. Antigamente, a bolsa operava com negociações presenciais – aquela clássica cena com centenas de operadores falando ao telefone com papéis para o alto, de olho em telões. Hoje as operações são digitais e as transações, digamos, um pouco menos estressantes… Concorda?

2. Como comprar ou vender uma ação?

O mercado de ações é intermediado por corretoras – empresas credenciadas que intercambiam os interesses do investidor com os das corporações com capital aberto (que, portanto, possuem ações negociáveis sem necessidade de escritura de propriedade).

Sendo assim, se você tem interesse em comprar uma ação da Petrobrás, por exemplo, não vai fazê-lo no site da empresa estatal, mas, sim, em uma corretora autorizada a realizar esta transação. Por exemplo, a XP Investimentos ou a Clear Corretora.

O primeiro passo será abrir uma conta nesta instituição, a partir do qual as negociações envolvendo ações serão gerenciadas. Essas corretoras darão acesso ao chamado home broker, que é uma espécie de área de trabalho exclusiva para monitorar o comportamento de seus investimentos. 

No começo tudo parece difícil, por isso é necessário ter um time disponível de assessoria de investimentos para ajudá-lo a entender como investir na bolsa. Embora os sistemas estejam cada vez mais intuitivos, as siglas e os gráficos não lhe parecerão familiares em um primeiro momento. Para te ajudar, temos um guia básico de como investir na Bolsa de Valores. Clique aqui e confira!

3. Como ganhar dinheiro na Bolsa?

Não há uma equação perfeita, mesmo porque o mercado de ações depende de diversos fatores conjunturais – alheios às empresas em que você investiu – e fatores internos, muitas vezes imprevisíveis.

Suponha, por exemplo, que você investiu em uma companhia aérea que acabou de anunciar uma fusão – ou seja, que está em expansão das suas atividades e que tende a crescer. Sendo assim, temos as possibilidades:

Você fez um bom negócio!
Na semana seguinte, o governo anuncia o aumento da gasolina de aviação ou o imposto sobre embarques e desembarques nos voos internacionais. Pronto: um fator conjuntural, alheio à empresa, pode derrubar suas ações.

Agora suponha que, por uma fatalidade, um avião da companhia se envolve em um grave acidente.

Um fator interno depreciará seu investimento.
O contrário também pode acontecer: de repente, você investe em uma empresa de infraestrutura, que semanas depois ganha uma concessão bilionária de rodovias, ou em uma montadora de máquinas agrícolas, que tempos depois consegue negociar seus equipamentos em um grande lote de financiamentos para pequenos produtores.

Por isso, vale sempre o conselho de nossos avós: nunca coloque seus frutos em uma mesma cesta. Ou seja, invista com alguma diversidade para evitar sobressaltos futuros.

É possível planejar investimentos de curtíssimo prazo (day trade), curto prazo (entre 1 e 2 semanas) e longo prazo (entre alguns meses e anos).

Há ainda “gatilhos” que podem acelerar ganhos ou reduzir perdas. Já falamos do stop gain e do stop loss por aqui, por exemplo. É possível ainda investir no mercado futuro de commodities (produtos padronizados) que só serão vendidos no ano seguinte ou alavancar as próprias ações. 

Por isso, de novo, vale sempre contar com a ajuda de um bom assessor de investimentos!

4. Quanto custa investir em ações?

Além da taxa de corretagem para cada venda e compra de ações, o investidor também arca com o Imposto de Renda sobre o lucro obtido com a venda (mas também é possível deduzir do IR em caso de perdas). As taxas variam entre 15% e 20% e, mesmo assim, vale muito a pena entrar no mercado de ações.

Já o valor da ação em si varia diariamente (ou melhor, a cada instante!). É por isso que, ao final do dia, ficamos sabendo se a “bolsa subiu” (muitas ações foram compradas) ou se a “bolsa caiu” (evasão em massa de investidores). 

5. Como acompanhar as minhas ações?

É preciso dar F5 o dia todo no seu home broker? Claro que não. 

Seus assessores de investimento estarão por dentro das principais movimentações e irão alertá-lo sobre o andamento de suas ações.

Falamos mais sobre esse personagem aqui. O assessor de investimentos está sintonizado com as principais tendências do mercado de ações e dos outros fundos (de renda fixa e variável) e poderá lhe auxiliar o tanto quanto você precisar.

A Monte Bravo, maior assessoria de investimentos do Brasil, tem a equipe mais preparada para auxiliá-lo nas primeiras empreitadas pelo pregão e hoje gerencia mais de R$ 11 bilhões investidos. A equipe de mesa de ações é a mais premiada na rede XP, sendo uma referência para o mercado.

Além de garantir as melhores condições de retorno para o seu dinheiro aplicado, o time da empresa orienta com franqueza e competência sobre outras possibilidades de fazer seu dinheiro se movimentar. De preferência, para cima.

Artigos Relacionados

  • 08

    Quarta

    Jun

    08/06/2022 às 15:59

    Investimentos

    Pessoas físicas dominaram os investimentos em Fiagros

    Compartilhe

    CompartilheOs Fiagros caíram no gosto dos investidores, especialmente, pessoas físicas. Um estudo da B3, a Bolsa de Valores brasileira, mostra que este perfil corresponde a 98% do volume investido na classe, que passou a marca dos R$2 bilhões.  Além disso, o levantamento ainda revela que desde a sua criação, em 2021, o número de investidores […]

    Continue lendo
  • 25

    Quarta

    Mai

    Como funcionam os ciclos econômicos no Brasil e como impactam investimentos? Entenda.

    25/05/2022 às 10:04

    Economia

    Como funcionam os ciclos econômicos?

    Compartilhe

    CompartilheOs ciclos econômicos são um dos assuntos mais importantes para o investidor. Isto porque eles são responsáveis por boa parte do direcionamento de fluxo de capitais, seja no Brasil ou em qualquer outro país. De forma resumida, compreender como funcionam os ciclos econômicos ajuda a entender para onde vai o dinheiro e como você pode […]

    Continue lendo
  • 30

    Quarta

    Mar

    Collar é estratégia de proteção (Crédito: Unsplash/Joshua Mayo)

    30/03/2022 às 16:14

    Investimentos

    O que é um Collar e para que serve?

    Compartilhe

    CompartilheO Collar é uma estratégia de defesa para o(a) investidor(a) que já possui ou deseja comprar um ativo como proteção. Nessa estrutura, quem investe consegue garantir que a posição seja mantida em caso de queda do mercado ao mesmo tempo em que possibilita as chances de ganhos, se houver valorização e aumento de preços. No […]

    Continue lendo
Invista com a gente

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que utilizamos para melhorar sua experiência.

Fechar

Loading...

Fechar

1