13/01/2021 às 10:40

13

Quarta

Jan

2 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

Por Rebeca Nevares, Sócia da Monte Bravo.

A dívida pública é uma das maiores preocupações de todos os agentes de mercado, talvez a principal neste momento. Não é novidade que a pandemia elevou ainda mais os gastos do governo. O nível de endividamento do Estado brasileiro beira 100% do PIB e corremos um risco real de insolvência nos próximos meses.

Apesar dos entraves provocados pelo jogo político, existem alternativas e a reforma tributária (PEC 45/2019) é uma ferramenta fundamental para que o país possa se recuperar da depressão econômica causada pelo coronavírus, ainda que seus efeitos sejam indiretos.

Durante o MB Experience 2020, promovido pela Monte Bravo, o economista e mentor da reforma tributária Bernard Appy citou essa questão. De acordo com ele, os efeitos da PEC serão de longo prazo e corrigirão distorções que têm como efeito o aumento de potencial de crescimento do país.

Ainda ressaltou um estudo do economista Bráulio Borges, que compara a trajetória da dívida pública bruta brasileira com e sem a reforma tributária. Em ambos os casos ele levou em consideração a manutenção do teto de gastos.

Em um cenário sem essas mudanças, o endividamento do Estado oscilaria na casa de 100% até meados de 2036. Já com a reforma, cairia para 30% do PIB no mesmo período.

Porém, a demora na aprovação dessa e de outras medidas que ajudem no ajuste das contas públicas preocupa os investidores. Ainda no mesmo evento e painel, o líder do governo e deputado federal Ricardo Barros disse que está esperançoso para que haja um grande acordo com os parlamentares para o avanço das reformas necessárias para que o Estado brasileiro volte ao caminho do equilíbrio fiscal.

Vale ressaltar que o Congresso tem até o dia 22 para colocar em pauta temas fundamentais como a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021, que define os gastos da União para o próximo ano. Além disso, ainda temos a PEC Emergencial (importante na manutenção do teto), reforma tributária e outras medidas regulatórias na fila.

Até lá é preciso que os investidores e investidoras fiquem atentos aos novos desdobramentos. Neste cenário, é preciso avaliar a carteira de investimentos para se proteger. Mesmo nos períodos de incertezas existem oportunidades. É hora de ficar atento (a)!

Lembre-se: 

Contar com uma assessoria de investimentos de respeito e pronta para montar uma carteira funcional de acordo com o seu perfil é essencial para o sucesso de seu patrimônio. 

Por isso, conte com a Monte Bravo, principal empresa credenciada à XP Investimentos, com uma equipe de assessores especialistas em diversos produtos disponíveis no mercado. Faz a diferença ter a Monte Bravo como uma parceira financeira. Conheça agora:

Artigos Relacionados

  • 11

    Quarta

    Mai

    11/05/2022 às 14:01

    Economia

    Web 3.0: o que é e como impacta os investimentos?

    Compartilhe

    CompartilhePor Helbert Costa, responsável pela área de inovação da Monte Bravo Investimentos Não é lá novidade que o mundo tem passado por um processo de transformação acelerado, sobretudo, no que diz respeito à tecnologia. Há dez anos ou 15 anos não ouvíamos os termos criptoativos e metaverso no Brasil, comuns no dia a dia de […]

    Continue lendo
  • 10

    Quinta

    Mar

    10/03/2022 às 13:57

    Economia

    A Rússia pode quebrar financeiramente?

    Compartilhe

    CompartilheDepois das sanções impostas à Rússia, com a incapacitação de envio de recursos através do sistema SWIFT, serviço de padronização de mensagens e informações financeiras, muitas dúvidas surgiram quanto a estabilidade econômica do país: será que a Rússia pode quebrar financeiramente? Um dos pontos mais discutidos do momento é sobre as reservas russas e se […]

    Continue lendo
  • 23

    Quarta

    Fev

    23/02/2022 às 15:32

    MB Sócios

    O que é uma Holding Familiar? Saiba se está na hora de criar a sua

    Compartilhe

    CompartilhePor Marina Gonçalves, advogada e responsável pela área de Wealth Planning na Monte Bravo  O planejamento patrimonial é fundamental para preservar, organizar e perpetuar o legado familiar. Com a devida execução, ele possibilita maior eficácia na governança, harmonia entre os membros da família, além de evitar litígios na disposição e partilha de bens, e ainda […]

    Continue lendo
Invista com a gente

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que utilizamos para melhorar sua experiência.

Fechar

Loading...

Fechar

1