Planejamento patrimonial: como cuidar do futuro daqueles que amamos? - Monte Bravo

Planejamento patrimonial: como cuidar do futuro daqueles que amamos?

31/01/2022 às 10:12

31

Segunda

Jan

3 minutos de leitura
Compartilhar
Compartilhe

Quando você pensa no seu patrimônio, é possível que a proteção e a sucessão dele venha à mente. Afinal, aquilo que foi construído com tanta dedicação, merece ser cuidado. E esse é um dos pilares do planejamento patrimonial: garantir segurança e tranquilidade para você, sua família e seu patrimônio.

Na Monte Bravo, cuidar do que você construiu vai muito além de falar sobre rentabilidade. Para nós, ela é apenas uma parte da construção do seu legado.

“A gente também precisa pensar em situações que, ao longo do caminho, possam comprometer o que a pessoa vem construindo, os projetos pessoais dela e da família. De nada adianta eu ter uma excelente rentabilidade e, em uma situação adversa, o cliente ter um comprometimento da capacidade de gerar renda ou, até mesmo, a falta prematura dela. Nesses casos, a rentabilidade não vai fazer a menor diferença no que a família desse cliente vai acessar, mas sim de que maneira vai acessar. Por isso que a gente precisa ter um planejamento patrimonial eficiente”, explica Marcos Estimado, sócio e planner de Soluções Patrimoniais da Monte Bravo.

Como organizar a sucessão patrimonial de forma eficiente e com custos mais baixos?

O trabalho por trás de um bom planejamento patrimonial vai de reestruturações societárias, orientações sobre acordos de acionistas e estruturação de fundos de investimento, até assessoria na constituição e regularização de relacionamentos (casamento e união estável) e os efeitos patrimoniais deles.

“Avaliamos a necessidade de criação de holding familiar, levantamos reflexões importantes acerca do que o cliente tem de planos para a vida, família e negócios. Estamos o tempo inteiro atentos a tudo que pode prejudicar os planos de nossos clientes”, aponta.

Planejamento patrimonial sucessório: É cedo para pensar nisso?

Não ter a sucessão planejada pode trazer problemas de liquidez para a próxima geração ou quem irá herdar o patrimônio. Um bom planejamento sucessório alinha e otimiza o pagamento de despesas decorrentes da transferência dos bens após a morte. Na maioria dos casos, quem herda o patrimônio acaba sendo obrigado a fazer um inventário judicial, que pode ser moroso e burocrático, para poder solicitar à Justiça a autorização para custear os pagamentos necessários com parte dos recursos da herança.

Sucessão Patrimonial: entenda a importância de ter um planejamento familiar

Como organizar a sucessão patrimonial de forma eficiente e com custos mais baixos?

“Atualmente, no Brasil, o processo de sucessão custa de 15 a 20% do patrimônio. Se não existe esse planejamento e a família não tem esse recurso para pagar essa transmissão, aí começa uma grande burocracia em um momento extremamente delicado e que compromete bastante o patrimônio”, explica Marcos.

Você precisa de um seguro de vida?

Um dos serviços avaliados dentro do planejamento é a de contratação de um seguro de vida. É muito comum acreditarmos que a contratação deste tipo de serviço seja algo para ser pensado quando estamos mais velhos(as) e que ele se limita a um valor a ser transferido para entes queridos em caso de falecimento. Mas o seguro de vida é uma das estratégias de proteção e faz parte do planejamento patrimonial.

“O seguro é algo versátil e direcionado de acordo com a necessidade de cada um. Hoje, as ferramentas de seguro fazem proteções em vida com diagnóstico de doenças, internação hospitalar, muito além das proteções em caso de falecimento”, explica Marcos Estimado.

Entre em contato com nossos especialistas e conheça nossos serviços para seu patrimônio.

IMPORTANTE: É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste texto. A MBE atua na prestação de serviços de treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial e, através da sua área de Wealth Planning, atua na intermediação e consultoria de negócios em geral. A MBE igualmente atua como corretora de seguros dos ramos vida, capitalização e planos previdenciários, porém não é uma seguradora. Toda análise e avaliação de para fins de contratação de seguros é realizada exclusivamente de acordo com as políticas das seguradoras.

Artigos Relacionados

  • 13

    Segunda

    Mai

    13/05/2024 às 13:59

    Outros

    Chuvas no Rio Grande do Sul: como usar o Imposto de Renda para fazer uma doação

    Compartilhe

    CompartilheAs chuvas no Rio Grande do Sul já afetaram mais de 85% das cidades gaúchas e deixaram centenas de mortos e desabrigados. A população precisa de ajuda, e qualquer doação é bem-vinda. Além das contribuições diretas, você também pode fazer uma doação para o RS via Declaração de Imposto de Renda. Através do programa da …

    Continue lendo
  • 08

    Quarta

    Mai

    08/05/2024 às 19:40

    Outros

    Monte Bravo Analisa | Copom reduz taxa Selic para 10,50%  a.a.

    Compartilhe

    CompartilheApós a reunião desta quarta-feira (08), O Comitê de Política Monetária (COPOM) optou por reduzir a taxa Selic pela sétima vez consecutiva.  Conforme sinalizado, o Comitê de Política Monetária do Banco Central reduziu a taxa Selic em 25 p.b. trazendo a taxa Selic para 10,50% ao ano. No Comunicado, o COPOM justificou a decisão, da …

    Continue lendo
  • 20

    Quarta

    Mar

    20/03/2024 às 19:50

    Outros

    Monte Bravo Analisa COPOM – 20.03.2024

    Compartilhe

    CompartilheCopom reduz taxa Selic para 10,75%  a.a. Conforme sinalizado, o Comitê de Política Monetária do Banco Central reduziu a taxa Selic em 50 p.b. trazendo a taxa Selic para 10,75% ao ano. No Comunicado, o COPOM justificou a decisão, da seguinte forma:Ambiente externo segue volátil, marcado pelo debate sobre o início do corte de juros …

    Continue lendo

Fechar

Loading...